Páginas

sábado, 16 de junho de 2007

Uma marquise em Campo de Ourique

E enquanto o país estava suspenso pela vitória de Cavaco Silva nas presidenciais e se aguardava a reacção do dito, as transmissões televisivas centravam-se na residência sita na capital lusa. Além de ter de digerir um presidente que não assumiu qual o seu escritor preferido, ou o seu vinho de eleição para não ofender os restantes escritores fora do rol do eleito ou os néctares eliminados, a caixinha mágica deu-me ainda uma outra perspectiva do homem de Boliqueime e que se não fosse este excelente post do Pedro Correia, estaria agora ali a estupidificar-me com o jogo dos sub-21 em vez destas afagadelas no teclado e nem me teria lembrado desse episódio triste da história contemporânea. O homem que tinha doravante o destino de todos nós nas mãos tinha uma marquise, uma marquise destas com estores e tudo e a contra-luz desenhava-se a silhueta do casal presidencial. A culpa é da República, pois claro, os reis não têm marquise e não são eleitos, portanto ter-me-iam poupado mais este desgosto. Guardo desde então a crónica de Ricardo Araújo Pereira da "Visão" de 26 de Janeiro de 2006: “Na minha opinião, há determinadas partes da casa que um Presidente da República não devia frequentar. A marquise é uma delas. (…) Quando se lembram da sua rainha, os britânicos, imaginam-na na sala do trono. (…) A mim, quando penso em Cavaco Silva, só me ocorre a imagem do novo Presidente a falar ao telefone na marquise.” Não posso concordar mais. Cavaco Silva cultiva a imagem de homem do povo, diz-se, um self-made-man à algarvia, o pobrezinho sofreu como se sabe aquando da viagem à Índia com a comida picante, passou tão mal o casal presidencial que o que lhe valeu foi o arrozinho branco, benzó deus, mas não precisava de ter uma marquise, precisava?


Também aqui

6 comentários:

  1. Por acaso... acho que a culpa de ter marquise não deve ser dele.
    É cá um feeling que eu tenho...
    :)

    ResponderEliminar
  2. Acredito que não, Carlota, mas aquelas transmissões deixaram-me deprimida.
    Beijos :-)

    ResponderEliminar
  3. Melhor, melhor que marquises são uma cenas de um certo Bolo Rei que ainda me arrepiam...

    ResponderEliminar
  4. É um simples homem do campo ;-)

    ResponderEliminar

Comments are welcome :-)