Páginas

sábado, 3 de março de 2007

Warhol? Who the f*** is Warhol?

Foi isto há uns dias, enquanto escrevíamos a data e o sumário no quadro. Vinte e dois de Fevereiro marcava o calendário e, por me ter lembrado também em virtude disto, que vinte anos passavam sobre a morte de Andy Warhol e, acima de tudo, por se tratar de uma turma de Artes, resolvi perguntar-lhes acerca da efeméride. Não era esperado que detivessem na memória as datas de nascimento e morte de todos os artistas plásticos, apenas por serem alunos de artes, claro está, mas nada melhor para matar aqueles instantes do que encetar uma conversa acerca do que teoricamente interessaria estes alunos: a vida e obra de quem marcou um tempo. O esperado aconteceu. Ninguém sabia. Comecei então por dar-lhes dicas. Nada. Depois pedi-lhes só que mencionassem artistas plásticos do século XX que se tivessem celebrizado nos anos sessenta. Uma alvitrou Ah, aquele dos bigodes? Não me lembro de algum dia ter visto Warhol de bigode e percebi claramente que era uma alusão a Salvador Dali. Tinha sido mencionado numa aula anterior. Não, esse também não.
Sem a disciplina de História de Arte como obrigatória no currículo, os alunos são deixados ao abandono no que diz respeito à formação global das áreas de estudos que escolheram e, foi com enorme surpresa que, logo no início do ano lectivo, verifiquei que estes pobres alunos estão absolutamente a leste no que respeita à história da arte em geral e contemporânea em particular. Desconfio que mesmo Da Vinci só conhecem através do Código, Vermeer e Frida Kahlo pelos filmes e nem todos.
Lá ia insistindo, mas nomes não saíam, um, um apenas e de repente olharam-me como se em mim estivesse a salvação, implorando Ó setora diga lá... Insisti Vá, digam lá vocês nomes de artistas plásticos famosos do século XX. Quem é que conhecem? De novo nem mais um nome e o pedido Diga lá setora… Cedi, pois claro, não se tratava de um braço de ferro, apenas uma forma de iniciar tranquilamente a aula. Acredito que se não o tivesse feito, teríamos permanecido ali os restantes oitenta minutos em busca de uma referência inexistente naquelas vidas, de resto, o Inglês esperava-nos. Andy Warhol disse. Faz hoje vinte anos que morreu Andy Warhol. Nos rostos intrigados, nas expressões interrogativas e sobrancelhas desconfiadas, como se eu falasse uma língua estranha e incompreensível, eu decifrava uma pergunta em uníssono daquelas vinte almas inocentes Warhol? Who the f*** is Warhol?


imagem: Andy Warhol, Self-Portrait.

8 comentários:

  1. ... uma turma de Artes, hein?!

    ResponderEliminar
  2. Porque é que não estou surpreendida?... :S
    Beijola.

    ResponderEliminar
  3. O problema é que sem a História de Artes, acho que é História da Cultura e das Artes, obrigatória e logo desde o 10º, estas pobres criaturas desconhecem quase tudo. Já deixei de fazer cara de indignada mas não entendo como é que o Ministério da Educação faz destas. Por outro lado, ninguém mais faz ;-)

    ResponderEliminar
  4. Também não me surpreende nadinha...

    ResponderEliminar
  5. Já estou como a Carlota, porque será que não me admiro, nem me indigno.
    A ignorância começa a ser o status quo!
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Na próxima aula conta-lhes que o Warhol, quando lhe perguntaram «o que é Arte (Art)» respondeu «Art é um nome de rapaz.»

    ResponderEliminar
  7. sem comentários!
    eu que nunca fui de artes (nem nunca tive "queda" para a "coisa") sei perfeitamente quem foi Warhol e até identifico alguns dos seus quadros mais famosos....

    se me lembrar, no próximo fim de semana pergunto à minha sobrinha se conhece alguma coisa desse pintor... (ela frequenta o 11º ano na área de artes)

    ResponderEliminar

Comments are welcome :-)