Páginas

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Como na vida


Que tudo fosse tão fácil. Que tudo fosse tão fácil como cozinhar, fazer bolos e biscoitos. Nesta minha participação no Dorie às Sextas tem havido algo que me ocupa mais tempo do que a confecção das receitas propostas. Não que não me aplique mas quando chega a altura de tirar as fotografias para postar começam as dificuldades. Subo as escadas, abro o armário e, depois de uma espreitadela,  escolho uma toalha. Depois vou tentando. Mudo os biscoitos, mudo os adereços, provavelmente a toalha, dou uma volta aos bolos, acrescento chávenas, ora de chá ora de café, ponho uma colher, tiro a colher, parto os biscoitos ao meio para lhe dar uma ar mais verosímil, como se alguém os tivesse partilhado mas nunca nada fica exactamente como gostaria e nunca se sente na plenitude como ficaram. Desta vez, por exemplo, esperei um dia pela luz da manhã e apliquei-me. O resultado foi o que vêem. 
A proposta desta semana eram uns deliciosos biscoitos de granola. Ora como se sabe, tenho a mania das invenções e, portanto, quando a receita foi divulgada tratei logo de fazer alterações. Primeiro foi a dita granola, cá em casa mais conhecida por müsli. Não tendo conseguido encontrar sem frutos decidi que utilizaria apenas flocos de aveia e flocos tostados de trigo, ambos encontrados na secção de produtos naturais do supermercado e um dos meus poisos nos últimos tempos. E depois a fruta. Excluí liminarmente as passas e optei por damascos picados em pedaços. E como nem tudo são rosas neste templo alquímico de criar fórmulas de prazer e resultados de deleite, a massa saiu-me uma amálgama informe, difícil de arrumar em pequenas circunferências e que me deixou na dúvida durante aqueles quinze minutos de forno. Uma vez cá fora espreitei-os desconfiada e passados dez minutos dissiparam-se-me as dúvidas com um belo cafezinho em mais uma gloriosa manhã de sol: deliciosos, crocantes, doces na medida certa, animadores como o amendoim e levemente ácidos do damasco tímido lá pelo meio. Assim um bocadinho como se quer a vida: não demasiado doce para que não enjoe, suficientemente animadora para que possamos sorrir e com uma acidez esporádica para que o doce se torne mais doce quando regressa. Nada que se sinta nas fotografias, como vêem. Eu não disse que era um fracasso?

Biscoitos crocantes de amendoim e damasco

Ingredientes
1 ½ chávena de flocos de aveia integrais
1 ½ chávena de flocos de trigo tostados
1/3 de chávena de gérmen de trigo
1 chávena de amendoins salgados picados grosseiramente
1 chávena de damascos secos picados
1 chávena de farinha
1 chávena de açúcar amarelo
200g de margarina
1 ovo

Preparação
Pré-aquecer o forno a 190º.
Juntar os flocos de aveia, de trigo, o gérmen de trigo e os amendoins picados numa tigela e reservar.
Bater o açúcar com a margarina até ficar cremoso. Juntar o ovo e bater mais. Deitar a farinha e bater o suficiente para que fique uniforme mas não muito. Incorporar os damascos e envolver com uma espátula de silicone. Por último incorporar a mistura de ingredientes sólidos. Moldar pequenas bolas de massa e achatá-las um pouco. Levar ao forno pré-aquecido quinze a dezoito minutos. 

18 comentários:

  1. Eu estou agora na fase das "bolinhas". E estou a dizer mal da minha vida :P
    E não sei de qtos tabuleiros vou precisar! (pá é que eu não fiz metade da receita...)

    ResponderEliminar
  2. Não desesperes, vi-me aflita também. Usa um pouco de farinha nas mãos para os tenderes. O 'pá' também dava, porque inicialmente a minha intenção era fazer só metade :)

    ResponderEliminar
  3. Parecem tão saborosos quanto o texto ;-)

    ResponderEliminar
  4. Obrigada, Letrícia :) Ficaram saborosos sim. Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Têm um aspecto delicioso :)
    Bom fim de semana, Leonor.

    ResponderEliminar
  6. Estão perfeitos Leonor! A luz do dia é meio caminho andado para uma boa fotografia e esta tua ficou muito boa. Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Obrigada, Margarida :)
    Foi uma trabalheira mas ainda bem que gostam do resultado. Vou continuar a esmerar-me.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Vistos daqui parecem-me deliciosos :)

    ResponderEliminar
  9. Adorei as duas primeiras frases de abertura. Que tudo fosse assim tão fácil, sim. Não propriamente a(s) fotografia(s) (que não ficaram tão más quanto isso) mas a vida. E que giro é poder partilhar estes momentos. :)
    Estão lindos Leonor.

    ResponderEliminar
  10. Leonor
    Concordo que nada é fácil, mas é desse empenho em melhorar e nunca ficar satisfeito que nascem grandes obras:)
    Gostei dos teus biscoitos com damasco.
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  11. E estão, Ivone :) Uma perdição.

    É, não é, Cenoura? O único mal deste grupo é a facilidade com que engordo. De resto, estou a adorar esta experiência.

    Mas olhe que não sou muito persistente, Helena. Sou mais insatisfeita e lá vou tentando :) O damasco fica muito bem.

    Bom Domingo a todas e boas experiências gastronómicas.

    ResponderEliminar
  12. Leonor, haja luz natural e uns cookies deliciosos, está feito! :)
    Ficaram lindos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Adoro a fotografia, adoro o texto e adoro a ideia dos damascos. Perfeitas!

    beijinhos

    http://clavelscook.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. É verdade, Susana e um grupo fantástico como este nosso :)

    Beijinhos, Maria João.
    Muito obrigada :)

    Boa semana

    ResponderEliminar
  15. Os meus fizeram um sucesso hoje aqui no trabalho :) Pessoas felizes, e eu menos gorda ;)

    ResponderEliminar
  16. Ora bem :)
    Eu não posso continuar a este ritmo mas esta crise desgraçada dá-me vontade de experimentar coisas novas e comer, que é o pior.

    ResponderEliminar

Comments are welcome :-)